fbpx

O que é Chargeback e como se proteger?

shape
shape
shape
shape
shape
shape
shape
shape

Você que faz vendas pela internet com certeza já ouviu falar do temido chargeback. Essa palavra importada do vocabulário americano significa estorno. Isso mesmo, chargeback é quando o titular do cartão não reconhece uma compra, entra em contato com a adquirente ou bandeira do cartão, e solicita o estorno da venda.

Entende-se que o chargeback é um instrumento para segurança das operadoras de cartão e para os próprios clientes. Mas como fica a loja online diante de uma fraude, quem poderá os defender?

Para o lojista, além do prejuízo financeiro, com o valor da venda estornado, existem também multas e consequências que podem ser devastadoras para o empreendedor.

Quer saber como proceder no caso de ChargeBack, Clique aqui e fale com nossa especialista em segurança digital.

Antes de tudo, você precisa entender que no mundo online nem tudo são flores, e nem sempre chargeback são fraudes.

• Auto fraude – Ocorre quando o próprio titular do cartão faz o uso com má fé, realizando uma compra e não reconhecendo- a posteriormente. Isso também é comum no caso de desacordo comercial, a lista de motivações é imensa e muito variada.

• Fraude amigável – Neste caso, não existe má intenção do titular. A fraude amigável acontece quando alguém da rede de convívio dessa pessoa tem acesso ao cartão ou as informações pessoais e bancárias do titular, e consegue fazer a compra. Também pode acontecer quando o titular empresta seu cartão e quando chega a fatura, não se lembra e faz a contestação, por não reconhecer a compra.

• Fraude efetiva – É aquela onde um falsário faz uma compra utilizando dados roubados. É a mais comum em lojas virtuais, onde a venda não é presencial, não necessitando da comprovação de identidade do comprador. Sabemos que existe uma cadeia que sustenta o mercado de fraudes com contrabando de informações, e nesse caso, não tem muito o que ser feito.

Quer saber como proceder no caso de ChargeBack? Clique aqui e fale com nossa especialista em segurança digital.

Agora que você sabe que são basicamente 3 tipos de fraudes, e que as pessoas são más, e tanto o fraudador criminoso, quanto o amigo da onça, e até o titular do cartão espertinho podem trazer prejuízo para o seu negócio, vamos te contar o que ninguém fala: SEGURANÇA É INVESTIMENTO, invista em um bom sistema de antifraude.

É indispensável fazer uma análise de risco do segmento e mercado de atuação da sua loja online, e dedicar uma atenção extra especial na maneira que é verificada cada venda. Às vezes, por excesso de segurança você pode reduzir significativamente a sua taxa de conversão, daí, você não vai ter risco com fraudes simplesmente por não vender, e a intenção não é essa. Um bom antifraude deve fazer você vender mais, com confiança e sem fronteiras.

Caso você esteja fazendo as análises usando ferramentas próprias, já parou para pensar que poderia investir o tempo dedicado nas análises de risco pensando em soluções de como vender mais?

É valido entender antes de tudo, como funciona um sistema contra fraudes, quer saber como escolher um bom antifraude para o seu negócio? Clique aqui e fale com nossa especialista em segurança digital.

Compartilhe nosso conteúdo, e se ficou alguma dúvida, você pode falar sem burocracia direto com um dos nossos especialistas, clicando no botão aqui embaixo.

Quero falar com a especialista em segurança digital!