fbpx

Subadquirente ou Adquirente direto, qual a melhor opção para o seu e-commerce?

shape
shape
shape
shape
shape
shape
shape
shape
Subadquirente ou adquirente direto? antifraude, e-commerce

As Adquirentes (ou credenciadores) fazem a comunicação e o processamento das transações com as bandeiras de cartões e os bancos emissores. O e-commerce fica responsável pela contratação da segurança contra fraude, bem como todo o processo de integração.

Quando a compra é aprovada, são elas que recebem o dinheiro do banco e repassam a você, comerciante.

Mas então, o que é um subadquirente?

O subadquirente faz a comunicação entre a plataforma de e-commerce e os adquirentes, caso eles não se comuniquem diretamente. Sua principal função é facilitar o “meio de campo” entre eles, em especial, de quem está começando no e-commerce.

Pois assim você contrata somente um intermediador de pagamento, que já aceita todas as bandeiras de cartões de crédito e débito, boletos e demais formas de pagamento e cobra uma taxa esse serviço, que, normalmente, é maior que a do adquirente direto.

Quer dizer que os subadquirentes são ruins?

De maneira alguma!

Você deve analisar se ele é adequado para o momento atual do seu e-commerce. Se você está iniciando um negócio online, muito provavelmente, contratar um Subadiquirente seja mais adequado para você.

Primeiro, porque você vai ter um único contrato, ficando assim mais fácil de administrar

Segundo, esses caras já aceitam todas as bandeiras de cartões e boletos de todos os bancos.

Terceira vantagem, nesses casos os subadquirentes ou intermediadores de pagamentos já terão inclusos o serviço de antifraude. Certifique-se que o seu Subadiquirente lhe ofereça um bom antifraude ou até mesmo lhe disponibilize mais de um, para que você opte pelo que melhor atenda ao seu e-commerce, protegendo suas boas vendas e aumentando a taxa de conversão.

Então, qual a vantagem de se contratar um adquirente direto?

Primeiramente, somente o fato de que a sua comunicação ocorrerá diretamente com as bandeiras de cartões, lhe garantirá uma maior velocidade de aprovação.

A comunicação direta também te deixa menos exposto a falhas de comunicação que podem deixar sua loja fora dor ar em momentos cruciais de vendas como já ocorreram em um passado recente.

Você também vai negociar diretamente junto ao seu banco, assim você pode ter um poder de negociação maior e conseguir taxas melhores

E como fica o antifraude nesse caso?

Dessa vez você vai precisar contratar diretamente um antifraude, com a vantagem de poder escolher o que melhor atenda ao seu e-commerce e negociar diretamente as taxas cobradas.

Em resumo é isso, as taxas de um adquirente direto costumam ser mais agressivas, melhores para o seu negócio do ponto de vista financeiro, garantindo assim mais fôlego para a sua loja.

Ou seja, seu e-commerce vai ter uma saúde financeira melhor, mas vai ter mais trabalho, você vai ter que negociar vários contratos com as bandeiras de cartões e boletos e gerenciar essas integrações. Não é algo assim tão difícil de ser feito, mas vai demandar um pouquinho mais de seu tempo.

Também vai poder contratar diretamente um bom antifraude, o que pode ser uma grande vantagem.

Sendo assim, de maneira geral, quando seu e-commerce estiver iniciando, talvez seja mais indicada a contratação de um Subadiquirente.

Quando seu e-commerce já estiver estabelecido, já estiver “tracionando” melhor, talvez você deva pensar em partir para os adquirentes diretos, levando em consideração as melhores taxas para o seu negócio.

E ai? já sabe dizer qual a melhor opção para o seu E-commerce?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *